barcelos

Barcelos tem-se destacado, desde o início da década de 90 e com especial ênfase nos últimos anos, como um dos maiores pólos nacionais de produção de sonoridades alternativas. Neste sentido, não poderia existir melhor local para se realizar um festival nestes moldes.

Com o Milhões de Festa, pretende-se inverter uma tendência geográfica: na vez das bandas de Barcelos mostrarem o seu trabalho noutros locais, será a cidade minhota a responsável por acolher projectos das mais diversas cidades portuguesas e mundiais, cimentando em definitivo a sua posição de destaque no roteiro da música alternativa.

Barcelos, cidade do Distrito de Braga, é um concelho com um total de 89 freguesias, sendo o município com maior número de freguesias no país. O município tem uma área de 378,70km2 e cerca de 125 mil habitantes e é considerado um dos, senão o concelho português mais jovem. Pertence à região demarcada do Minho, distrito de Braga e é limitado a norte por Viana do Castelo e Ponte de Lima, a leste por Vila Verde e Braga, e a sul por Vila Nova de Famalicão, Póvoa de Varzim e Esposende. A cidade de Barcelos, e grande parte do concelho são atravessados pelo rio Cávado, sendo este uma das imagens de marca da cidade, a par do famoso Galo de Barcelos.

Foi atribuída a Carta de Foral a Barcelos no ano de 1140, sendo um dos municipais com mais história do pais. Entre os monumentos mais importantes encontramos o Paço dos Condes de Barcelos (ou Paço dos Duques de Bragança), a Igreja Matriz ou a Igreja do Bom Jesus da Cruz. O Museu de Olaria é um dos maiores expositores da obra dos artesãos barcelenses. Entre as Festas e Romarias, a Festa das Cruzes são acontecimento mais emblemático da cidade, bem como as feiras semanais que decorrem a todas as quintas-feiras desde 1412. Barcelos é também conhecido pela lenda do Galo de Barcelos, e da materialização do mesmo para peças de artesanato que são uma das imagens de marca de Portugal dentro e fora de portas.

Turismo de Barcelos


Loading