Jacco Gardner

Jacco Gardner

Jacco Gardner faz jus a todos os preconceitos que se possa ter em relação à Holanda, país que o viu nascer: o seu psicadelismo, a tresandar aos Pink Floyd de Syd Barrett, enquanto pisca o olho à pop cativante dos Beatles, não deixa de ter o toque elaborado e barroco que caracteriza a arquitectura dos Países Baixos. É, aliás, a arquitectura da música que faz de Gardner um nome a seguir: com as estruturas bem fundamentadas nos anos 60, o multi-instrumentalista eleva o edifício das suas canções a alturas de rebentar os limites da atmosfera que mantém o espaço sideral tão distante de nós. Para Gardner, o espaço está a um acorde de distância – para nós, meros ouvintes, está ao alcance de uma escutada nas canções de “Cabinet of Curiosities”.

Vídeo

Site

Facebook

 


Loading