Killing Frost

Killing Frost

Se vos disserem que o nome Killing Frost é paradoxal, não olhem para as duas palavras que o formam. Pensem em como a primeira parte faz todo o sentido e a segunda nunca chegou ao fim do concerto para concluir que frio é algo que não se sente enquanto os portuenses estão em palco. Recentemente reactivados, depois de um hiato com anos suficientes para serem demais, os Killing Frost demonstram-se donos da mesma energia que tinham nos tempos altos da sua juventude. No Milhões deste ano é para ver o ódio a ser superior aos limites da física.

Vídeo

Facebook

 


Loading