Process of Guilt

Process of Guilt

Os Process of Guilt já têm em cima quilómetros em quantidades suficientes para dispensarem mais provas de fogo. Aliás, em Abril, os eborenses encetaram uma digressão europeia que os levou a superar o teste dos testes: passaram pela Green Room do Roadburn Festival e recolheram as devidas ovações. Dito isto, a musculatura minuciosamente esculpida de “FÆMIN” firmou os doomsters como, bem, algo muito para além das limitações de género e como uma máquina com uma cilindrada maciça. Curvar espinhas será ao som de malhas como “Harvest”. O refrão da música diz “nothing grows”, mas cá achamos que os Process of Guilt não estavam a falar de penugem facial.

Bandcamp

Facebook

Site

 


Loading