ZA!

ZA! é o que basta dizer. Duas letras, para duas pessoas a manusear dois instrumentos (de cada vez, pelo menos) em apenas duas velocidades: a brutal e brutalmente brutal. Se isto não ficou claro quando, em 2010, os ZA! galvanizaram o Parque Fluvial de Barcelos, agora vem a segunda oportunidade para tirar dúvidas; ou, para outros, fazer e fechar a conta perfeita, a de dois, a que os ZA! fizeram. O belo da dupla catalã é a imperfeição. O seu rock destilador de energia vagueia por todas as formas para dizer que a única coisa que está fechada antes de um concerto da banda de Barcelona é que está tudo em aberto. E, claro, que haverá festão mínimo garantido.

Bandcamp

Vídeo

Facebook

 


Loading